Notícias

Dead by Daylight | Behaviour e GaymerX compartilham detalhes do processo de revelar David King como LGBTQ+

0

Através das redes sociais oficiais do jogo Dead by Daylight, a Behaviour Interactive detalhou um pouco do processo de consultoria com a organização americana sem fins lucrativos GaymerX quando juntas trabalharam para revelar o primeiro personagem LGBTQ+ do jogo, revelado em abril: David King.

Dead by Daylight sempre esteve bastante presente na comunidade LGBTQ+ e a revelação de um personagem já era muito aguardada pelo público. Com imagens dando detalhes sobre algumas questões do processo, a desenvolvedora mostrou o cuidado com que tiveram ao escrever a orientação sexual do personagem que já existia no jogo.

O primeiro passo para a inclusão, como disseram, foi “treinamento“. A empresa queria “garantir a compreensão mútua e criar uma linguagem compartilhada para falar sobre desafios, estratégias e objetivos ao criar histórias LGBTQIA2+ em jogos”, como explica Katie Kaitchuck, diretora executiva do GaymerX, e Brian Kunde, diretor de cultura e operações.

GaymerX sentou-se com as equipes de desenvolvimento e comunidade de DbD para discutir representação queer, história, inclusão, segurança do jogador e elaboração de narrativas autênticas antes mesmo de começarmos a analisar as histórias de fundo dos personagens.”

A decisão de tirar um personagem já existente do “armário” teve que ter sido pensada com bastante cuidado, já que cada jogador e até mesmo desenvolvedor tinha eu sua própria cabeça uma ideia e uma representação LGBTQ+ de qual personagem poderia estar incluído na comunidade.

Um desafio era honrá-los enquanto dávamos vida às histórias existentes dos personagens sem estereótipos dolorosos. Outro desafio veio da natureza internacional do DbD. Tivemos que garantir que nossas recomendações refletissem questões e experiências LGBTQIA2+ em todo o mundo, não apenas da nossa perspectiva norte-americana.

Katie e Brian também comentaram sobre o que mais gostaram em trabalhar com a história de David King no jogo. Katie detalha sobre as semelhanças e influências entre a história de David King e o livro Clube da Luta, do escritor gay Chuck Palahniuk, que traz muitas passagens homoeróticas e homofobia internalizada. Brian complementa dizendo que essa supre compensação de masculinidade cairia muito bem com o passado de David King e com a “luta” com sua própria identidade.

GaymerX ainda ressalta a importância da representatividade e histórias assim em jogos:

Contar histórias inclusivas LGBTQIA2+ é simplesmente um ato que salva vidas. O CDC divulgou um relatório em março mostrando que 1 em cada 4 jovens queer pesquisados tentou suicídio. Também mostrou que sentir-se conectado a uma comunidade, mesmo que virtual, era um fator de proteção. Histórias inclusivas e comunidades online literalmente salvam vidas ao promover a conexão e normalizar a experiência queer.

Fonte: Gayming Mag & Dead by Daylight Instagram

Neto Verneque
"A gente precisa normalizar o conceito do gamer ruim" - eu

Dead by Daylight | Desenvolvedores anunciam muitas mudanças nas perks e sistemas do jogo

Anterior

Paralives | Conheça o futuro concorrente de The Sims

Próximo

Mais em Notícias