Notícias

GTA V | Conteúdo transfóbico é removido após pedido do grupo Out Making Games

0

Out Making Games é um grupo de pessoas LGBTQ+ da indústria dos videogames que, em setembro de 2021, solicitando especificamente a remoção de determinados conteúdos dos remasters de GTA V, fazendo referência a um artigo da escritora do Kotaku, Carolyn Petit.

Rejeitamos qualquer argumento de ‘violência de oportunidades iguais’ contra todos os tipos de personagens em GTA 5. […] Esse argumento está perdendo o ponto. Dado o impacto cultural que GTA 5 tem em todo o mundo, a Rockstar tem uma responsabilidade social com seus jogadores (muitos dos quais podem ser LGBTQ+), com sua equipe e com o mundo em geral para não promover violência contra pessoas trans e de gênero diverso.”

Carta Aberta à Rockstar – Out Making Games

Menos de um ano após o pedido, a Rockstar removeu e/ou alterou conteúdos transfóbicos das versões recém-lançadas de PlayStation 5 e Xbox Series X/S de Grand Theft Auto 5, como apontado pelo usuário do Reddit JayProspero, que acompanhou as alterações.

Uma das alterações foi, por exemplo, o action figure de Captain Spacetoy que foi alterada no arcade do jogo, já que originalmente usava rosa-choque e tinha “genitália intercambiável“. Agora o que Captain Spacetoy possui é uma roupa alternativa com “direção de vômito posável“.

Na nova geração de GTAV/GTAO, a Rockstar parece ter desativado as caricaturas trans ou “drag queens” de aparecerem fora de Cockatoos. Isso pode estar seguindo um apelo da OutMakingGames no ano passado. Espero que isso dê conforto a quem sentiu que esses NPCs retratavam estereótipos prejudiciais 🏳️‍⚧️

Além disso, a Rockstar removeu as caricaturas trans que apareciam fora da boate Cockatoos, como verificado pela administradora do site de fãs GTANet Kirsty Cloud. As caricaturas, rotuladas como “drag queens” no jogo, foram desativadas no jogo principal, mas ainda aparecem no Modo Diretor. No entanto, o diálogo sobre os personagens foi removido, incluindo linhas transfóbicas dos personagens principais.

O grupo Out Making Games também twitou comentando a remoção do conteúdo:

No ano passado, escrevemos uma carta aberta à @Rockstar, pedindo que removessem o conteúdo transfóbico do lançamento da próxima geração do GTA 5. Estamos empolgados em dizer que eles têm. Obrigado a todos na Rockstar que priorizaram este problema.

Fonte: Eurogamer

Neto Verneque
"A gente precisa normalizar o conceito do gamer ruim" - eu

Dislyte | Estiloso RPG de turnos mistura fantasia urbana e mitologia

Anterior

David King é oficialmente o primeiro personagem LGBTQ+ de Dead by Daylight

Próximo

Mais em Notícias