O Mês do Orgulho LGBTQIA+ está chegando, e é claro que nós não poderíamos começar o mês de junho de outra forma: Falando sobre personagens LGBTQIA+ no mundo dos games! 

Nesta série semanal trarei muitos jogos, personagens e curiosidades da nossa comunidade no mundo dos jogos, e irei começar falando de um dos jogos que eu mais joguei nessa última década e que acompanho desde o seu surgimento: League of Legends, da Riot Games!

League of Legends foi lançado para os computadores no final de 2009, chegando oficialmente no Brasil apenas em agosto de 2012. Atualmente o jogo conta com mais de 160 campeões jogáveis, mas sua história se expande cada vez mais, com inúmeros personagens e jornadas que se cruzam em outros jogos da franquia, quadrinhos, animações e muito mais, e é claro que uma hora a Riot Games iria voltar seus olhos para a nossa comunidade, que desde o início da década passada vinha crescendo cada vez mais no mundo dos games, e cobrando a empresas a se posicionarem.

O primeiro personagem que conta com uma origem abertamente gay de League of Legends só foi confirmado oficialmente em 2017, com o remake visual e de história do personagem Varus, um Darkin aprisionado no final da Grande Guerra dos Darkin e que foi libertado involuntariamente quando Valmar tenta salvar o seu amado Kai da morte. Varus agora busca vingança contra aqueles que o aprisionaram, mas as almas dos Ionianos que agora estão dentro do corpo do Varus tentam resistir aos seus planos.

Esse foi o primeiro grande passo da Riot Games em direção a um apoio mais direto à comunidade LGBTQIA+. Depois disso, muitos outros personagens foram surgindo, histórias foram se moldando e hoje temos inúmeros personagens já confirmados LGBTQIA+ no universo de League of Legends, e lembrando que desde 2021, anualmente a Riot comemora o Pride Month com diversos eventos voltados à comunidade LGBTQIA+. 

Preparei essa lista com alguns personagens de League of Legends que temos alguma confirmação ou fortíssimas suspeitas, mas existem outros que precisamos de uma melhor confirmação da Riot, para sair do campo das fanfics! Sem mais demoras, aqui vai a lista:

  • Personagem | O que é? | Contexto
  • Diana | Bissexual | No evento Pride de 2021 a Riot mostrou mais da história entre Diana e Leona, confirmando que elas já foram um casal. O audiodrama está disponível em português no canal de League of Legends Brasil
  • Leona | Lésbica ou Bissexual
  • Caitlyn | Lésbica ou Bissexual | Em 2021 tivemos a incrível série animada Arcane, que nos deu várias pistas de que Caitlyn e Vi tem ou tiveram algum tipo de relacionamento amoroso.
  • Vi | Lésbica | Em uma arte promocional do evento Pride de 2023 ano, a Vi aparece com um broche da bandeira lésbica!
  • Graves | Gay | Em 2018, um designer da Riot Games, Devon Giehl, tweetou sobre seus planos iniciais, onde Graves e o Twisted Fate eram um casal desde o começo, mas a ideia acabou não indo para frente. Apesar disso muitas pessoas dentro da própria empresa tratavam os dois como um casal, até que em 2021 tivemos o evento Sentinelas da Luz, onde a Riot oficialmente faz a primeira referência de um relacionamento amoroso entre os dois personagens, que acabou sendo confirmado no evento Pride 2022, inclusive com um emote muito fofo com os dois personagens!
  • Twisted Fate | Bissexual
  • K’Sante | Gay | Lançado em 2023, K’Sante foi o primeiro campeão lançado abertamente gay, já fazendo parte da sua história, uma vez que ele tinha um relacionamento homoafetivo com outro homem antes de ir para Summoner’s Rift!

    Um triste fato sobre isso é que a Riot Games admitiu ter que censurar a história do personagem em alguns países que criminalizam relacionamentos entre pessoas do mesmo gênero, o que gerou diversas críticas por parte dos jogadores.
  • Udyr | Bissexual | Em 2022, com o rework do Udyr, tivemos a confirmação de uma linha do tempo paralela, onde Udyr e Lee Sin treinaram juntos em Ionia, e, ao invés de retornar para Freljord, Udyr se envolve afetivamente com Lee Sin. 

    Além disso, existem diálogos no jogo onde Udyr fala tanto de Lee Sin quanto de uma antiga parceira, Kalkia (mãe da Sejuani).
  • Nami | Bissexual | Além de bissexual, em Legends of Runeterra foi confirmado que Nami vive em um relacionamento poliamoroso com os recém introduzidos Loto (homem) e Tama (mulher)!
  • Neeko | Lésbica | A primeira campeã abertamente lésbica de League of Legends, confirmada pelo escritor Matt Dunn em 2018.
  • Rell | Bissexual ou Pansexual | Através dos diálogos da personagem no jogo e suas interações com outras personagens, ela flerta com diversos personagens, homens e mulheres!
  • Varus | Gay | Varus é feito da carne e dos ossos de dois soldados ionianos, Valmar e Kai. Suas almas ainda estão dentro do Varus.

Ainda existem muitas teorias envolvendo outros personagens, mas gostamos da ideia de visibilidade e representatividade estar cada vez mais presente em um jogo que atinge tantos milhões de jogadores no mundo inteiro. 

E vocês, sabiam que existiam tantos personagens LGBTQIA+ assim dentro do League of Legends? Conta pra gente nos comentários!