Uma história de amor LGBTQ+ real entre dois programadores da Sony Santa Monica foi a inspiração de uma missão em God of War Ragnorok, lançado em 2023. Sam Handrick, programador de gameplay sênior, explicou a trágica história em um tópico do Twitter em 18 de novembro, explicando que ele conseguiu aprovar uma proposta de uma missão secundária em homenagem a seu falecido ex-namorado.

Antes de mergulhar na história, ele pediu aos jogadores que “procurem por si mesmos primeiro” antes de explicar os detalhes por trás da criação da missão secundária, acrescentando que “não é um spoiler para a história principal“, mas vale a pena.

Handrick explicou que conheceu o programador de gameplay Jake Snipes em 2019, depois que os dois começaram a trabalhar juntos no jogo aclamado pela crítica.

“Amávamos Carly Rae Jepsen e Death Note, e logo nos tornamos amigos muito próximos. […] Em pouco tempo, [nos tornamos] mais do que isso.”

Sam Handrick

Os dois se apaixonaram “loucamente” um pelo outro enquanto trabalhavam no projeto e até fizeram uma viagem pelos Estados Unidos juntos. Mas o passatempo favorito deles era ficar em casa nos fins de semana para jogar seus jogos favoritos juntos ou se aventurar em Los Angeles e na Califórnia.

Dentro da empresa de desenvolvimento, o casal ficou famoso por cozinhar e trazer “tudo o que fazíamos para o estúdio” e até ganhar uma competição de assar tortas juntos. Sam e Jake foram especialmente inflexíveis quanto a deixar um símbolo em God of War Ragnarok para representar seu amor um pelo outro.

Certa vez, ele sugeriu simplesmente um coração, com nossas iniciais em runas nórdicas, esculpido neste mundo que criamos”, disse Sam. Mas em 2020, Jake faleceu devido a complicações com epilepsia. Os próximos meses foram incrivelmente difíceis para Sam, dizendo que ele “dificilmente [queria] estar vivo”, mas assim que voltou do luto, ele decidiu deixar “algum pedaço dele dentro do jogo“.

E isso se tornou a missão secundária ‘Across the Realms‘ de God of War Ragnarok.
Sam explicou que, depois de conversar com o diretor do jogo Eric Williams sobre a ideia de incluir uma ode a Jake, ele fez “algo ainda mais especial“.

“Eu contei a Eric e à equipe sobre a sugestão de Jake de nossas iniciais esculpidas em um coração, e ele e a equipe voltaram com isso e algo ainda mais especial. […] Uma história de dois homens que se encontram em um mundo muitas vezes cruel e que encontram um lugar para pertencer simplesmente um ao outro.”

A missão ‘Across the Realms’, foi criada como uma “história que muitas pessoas queer conhecem“, de acordo com Sam. Ela mostra o protagonista Kratos atravessando vários reinos para encontrar quatro itens com a ajuda de pistas que apresentam as iniciais nórdicas de Sam e Jake.

Uma vez localizado, o jogador pode criar a ‘Refeição do Conforto’ que, segundo a descrição do jogo, “aquece o corpo e a alma”. O item não pode ser vendido ou consumido e dá a Kratos um aumento permanente de estatísticas em todas as suas habilidades.

Mas os jogadores só podem fazê-lo ao encontrar a ‘Fogueira Eterna’, uma fogeuria que queima nas cores da bandeira LGBTQ+ e que, segundo Sam, “nunca para de queimar, nos dias mais frios, nas noites que você não quer viver“.

Sam demonstra sua felicidade ao comentar que Jake “permanecerá neste mundo que nós [da Sony Santa Monica] criamos para sempre, trazendo a história de um homem em quem encontrei algo inominável. Algo que ainda carrego até agora.”

Um dos últimos tweets postados na página do Twitter de Jake é dos dois desenvolvedores, se abraçando em uma praia intocada com a legenda: “Meu melhor amigo”.

Fonte: Pink News