Life by You foi anunciado em março deste ano e, o futuro concorrente de The Sims, promete ser “um dos jogos mais modificáveis e abertos” dentro do gênero. Desenvolvido pela Paradox Interactive, quem encabeça o projeto é o diretor Rod Humble, que foi responsável pela equipe de The Sims 2 e The Sims 3 enquanto trabalhava na Maxis. Rod, junto de King Choi, diretor de marketing da Paradox Tectonic, conversou com a revista Gayming Magazine sobre o jogo de simulação e como pretendem empoderar os jogadores com ele.

[Life By You] é um jogo muito, muito grande”, afirma Rod, complementando que a ideia da equipe era fazer algo que todos ali quisessem jogar, “porque é muito divertido, né? Você sabe, você tem um grande jogo de mundo aberto onde pode controlar tudo e pode adicionar sua própria jogabilidade. Isso é apenas atraente em geral.”

King Choi complementa que o nível de escolha em Life By You é 100% intencional e especificamente destinado aos jogadores e como a ajuda e feedback deles será importante para o desenvolvimento: “Estamos construindo o jogo que queremos ver. Mas também estamos convidando a comunidade maior de simuladores de vida para informar, você sabe, como é o restante do desenvolvimento do jogo. E é por isso que estamos entrando no acesso antecipado, porque a vida é tão grande e queremos ultrapassar os limites nós mesmos e ver e trabalhar com a comunidade para incorporar as formas como o resto da comunidade vê a vida. Para realmente construir este jogo juntos.

E esse empoderamento na criação do mundo é importante e fator principal também na criação de personagens e na criação de um ambiente saudável para todos, queers ou não. Cada personagem tem 8 características principais, bem como uma seleção de características de fundo opcionais que representam a história de fundo de seu personagem e as coisas que aconteceram antes do jogo começar.

O mesmo pode ser dito sobre a sexualidade e o gênero de um personagem – cada um pode ser diferente e, no criador de personagens de Life By You, você pode até escolher se eles são mulheres, homens ou não-binários. Você também pode mudar o corpo e o sexo do seu personagem sempre que quiser, o que inclui a atração sexual do personagem por outros personagens. Por outro lado, para personagens fora de sua família principal, a Tectonic ainda está descobrindo o que você pode ou não mudar.

“O que definitivamente queremos evitar são os casos em que você pode dizer, ‘ei, pessoa que eu conheço, quero mudar sua sexualidade para que ela se sinta atraída por mim’. Eu também sou uma pessoa queer. Não somos iscas queer ou algo assim. Existem histórias com as quais queremos ser delicados no que se refere à jogabilidade. Portanto, estamos trabalhando com agências de consultoria especializadas nesses tópicos para nos fornecer algum conhecimento especializado sobre como navegar nesses tipos de histórias. Se formos fiéis à vida real, não é tão fácil quanto apertar um botão naquele personagem e fazer isso acontecer.”

King Choi

A entrevista mostra a dedicação do time de fazer algo abrangente, divertido e que seja algo que as pessoas queiram e moldem seu modo de jogar. Um dos objetivos finais para o jogo é simples em sua sinceridade: capacitar e dar a uma comunidade criativa que consiste tanto no desenvolvedor quanto nos jogadores, ao mesmo tempo em que oferece a eles o mundo aberto e o jogo de simulação de vida mais modificável que existe.

Fonte: Gayming Mag