O relacionamento entre Bill e Frank, do terceiro episódio da série The Last of Us, da HBO Max, foi aclamado pelo público (e nos fez chorar muito!) e a atriz Bella Ramsay já diz estar ansiosa para um outro relacionamento LGBTQ+ da história baseada no premiado jogo.

Falando com Josh Horowitz no podcast Happy, Sad, Confused, Bella Ramsay explicou que esta ansiosa para ver o relacionamento lésbico entre Ellie e Dina se desenrolar. “Estou muito animada, para ser sincero, com a história de Ellie/Dina. […] Assisti a um corte juntos, alguém fez algo fenomenal – não sei como eles fazem isso – como uma edição incrível apenas da jogabilidade, como a história de amor de Ellie e Dina. Então, estou animado para jogar isso.

Ellie foi confirmada como lésbica na DLC de The Last of Us de 2014, Left Behind. Depois de convencer sua amiga Riley a não fugir e se juntar aos Vaga-lumes, Ellie beija sua amiga, que responde positivamente. Originalmente, a equipe da Naughty Dog queria ver se a cena entre Riley e Ellie se encaixava sem o beijo, mas descobriu que a cena – e os personagens de Ellie e Riley – ficavam muito melhores com ele incluído.

Em The Last of Us 2, o relacionamento de Ellie com a nova personagem Dina foi uma das inclusões mais sinceras que ressoaram tanto com os jogadores queer quanto com os aliados. Muito parecido com seu relacionamento com Joel, o amor de Dina é o combustível que ajuda a impulsionar a jornada de Ellie na sequência do jogo, e faz sentido que Bella Ramsay estaria animada para explorá-lo na segunda temporada de The Last of Us.

Fonte: Gayming Mag