Há uns dias, publicamos aqui uma matéria sobre a recepção da comunidade e ataques transfóbicos por conta do novo capítulo de Dead by Daylight que trouxe o assassino O Desconhecido. Zoey Alexandria é uma mulher trans que dublou o personagem que tem skins tanto masculinas, quanto femininas no jogo, além de ser um ‘monstro deformado’, o que levou muitos transfóbicos a usarem o personagem como motivo de chacota e humilhação pela internet. Por outro lado, muitos jogadores também imputaram transfobia na desenvolvedora Behaviour Interactive, por conta dessa representação no jogo.

Em uma matéria recente do site Pink News, um porta-voz da desenvolvedora comentou sobre o assunto, reiterando o quanto eles ataques não refletem a empresa, o jogo, nem a comunidade que eles buscam criar e apoiar com a continuidade de suporte aos jogadores:

Desde o lançamento do nosso último capítulo, as pessoas fingiram isso para desviar nosso trabalho de seu propósito original e usar nosso mais novo Killer para atingir e assediar os jogadores.

“Queremos dizer em voz alta e inequívoca que este conteúdo e atitude maliciosos são inaceitáveis e não têm lugar em Dead by Daylight. Esta comunidade deve ser um lugar seguro onde TODOS possam encontrar um verdadeiro sentimento de pertencimento.

“Essas pessoas também prejudicaram diretamente a dubladora por trás de The Unknown, resultando em ela estar no centro de ataques horríveis. Ela é altamente talentosa e tivemos o privilégio de colaborar com ela. Sua experiência de dublagem é perfeita para o personagem que tinhamos criado, que precisava de uma ampla gama de tons de voz e técnicas de nível especializado. A recepção de O Desconhecido tem sido fenomenalmente positiva e isso se deve em grande parte à sua dedicação e trabalho incrível.

“Continuaremos a expressar apoio à nossa dubladora, a todos os membros da nossa comunidade, bem como a nos posicionar ativamente contra o ódio em nosso jogo.”

Fonte: Pink News