O novo capítulo, ‘All Things Wicked’, de Dead by Daylight trouxe uma nova sobrevivente, novas mecânicas e um novo assassino: ‘O Desconhecido’. Infelizmente trouxe também controvérsia e transfobia, conforme relatado pela professora vocal que dublou o personagem.

Zoey Alexandria é uma mulher trans que dublou o personagem que tem skins tanto masculinas, quanto femininas no jogo, além de ser um ‘monstro deformado’, o que levou muitos transfóbicos a usarem o personagem como motivo de chacota e humilhação pela internet. Por outro lado, muitos jogadores também imputaram transfobia na desenvolvedora Behaviour Interactive, por conta dessa representação no jogo.

Zoey veio a público, em suas redes sociais para comentar sobre os acontecimentos e pediu que as pessoas parem com o boicote a empresa que tem a apoiado bastante durante esses problemas e que não reflete a comunidade gamer e os atos transfóbicos de muitos jogadores por ai.

Houve um mal-entendido recente. Qualquer um que pensa que as skins estão indo embora não está por dentro. A Behavior está supostamente ciente dos comentários e memes transfóbicos em massa feitos, e a comunidade de jogos não é um reflexo dos desenvolvedores de jogos. Eu não fui informado sobre como seria a aparência final do personagem, recebi uma descrição ambígua para o papel e, embora eu tenha tentado o meu melhor para descobrir mais, pedindo continuamente mais informações, isso não foi possível. . É por isso que fiquei chateado. As skins em si nunca foram o problema. Falta de comunicação foi.

PARE o comportamento de “boicote”. Eles NÃO são transfóbicos, é errado pegar informações e tirar suas próprias conclusões. A Behavior é uma boa companhia e tem sido nada além de gentil e apoiadora durante esse difícil processo de receber assédio em massa por meu envolvimento no personagem.

Deixe. Isto. Para. Lá.

Fonte: Know your Meme