Colunas

Hades | Zagreus, Thanatos e o amor grego

0

Hades é o premiadíssimo roguelike da Supergiant Games que conta a história de Zagreus e suas tentativas de sair do submundo grego, comandado pelo seu próprio pai Hades. Nomeado (e vencedor) de muitos prêmios de Melhor Jogo do Ano e Melhor Jogo Indie, a ambientação da mitologia grega em Hades é apenas um de seus maiores trunfos. Recheado de qualidade em cada detalhe as interações no mundo criado para o jogo ainda tem ramificações sutis da representação mitológica de todo o universo dos deuses gregos, e um detalhe interessante é encontrado nos romances desse submundo.

Conhecida por ser o berço da civilização, a Grécia cunhou muitos conceitos pelos quais ainda vivemos atualmente e muito da filosofia e pensamento humano teve sua base construída naquela época antiga da civilização, com Platão, Sócrates, Aristóteles e tantos outros. No jogo, o personagem principal Zagreus, além de lutar inúmeras vezes com inimigos e vagar pelas câmaras do labiríntico submundo, pode iniciar relacionamentos românticos com três outros distintos personagens e cada relação representa uma de três diferentes conceitos de amor apresentadas pela filosofia grega antiga.

Dusa

Philia

Megaera

Eros

Thanatos

Ágape

Os três possíveis relacionamentos que envolvem amor de Zagreus no jogo são Dusa, Megaera e Thanatos (lembrando que abaixo podemos ter alguns spoilers do jogo, já que falaremos sobre os relacionamentos entre eles, coisas que só são conseguidas bem a frente no game). Durante o jogo você pode conseguir Néctar que, quando dado para os personagens, faz com que você comece a criar laços com eles. A cada conversa, a cada jogatina, presentes e evolução da história você vai poder escolher entre um (ou entre qualquer um e todos) para manter um relacionamento mais próximo. E cada um tem seu desenrolar de enredo que os colocam em determinadas categorias de conceito de amor.

Dusa

A flutuante cabeça desencarnada conhecida como a “Górgona Trabalhadora” Dusa não chega a ser um relacionamento romântico propriamente dito. Frequentemente ofegante, gaguejante, nervosa e desajeitada (o que difere bastante de sua “possível” contraparte do mundo físico, Medusa), assim que atinge o limite do relacionamento com Zagreus (entre presentes e conversas), entra em um papo sobre romance com o personagem.

Ela afirma que embora tenha sentimentos por ele, ela não se sente atraída por ele “dessa forma”, insinuando também que ela possa ser assexuada. Zagreus ainda indica preocupação de poder tê-la pressionado a um relacionamento, após esse momento raro de rejeição em um jogo. E o relacionamento de ambos é um bom exemplo do conceito de Philia, ou “amor fraternal” e em pé de igualdade, já que ambos se respeitam e prometem amizade eterna.

Megaera

Megaera é uma das Fúrias que, comandadas pelo Deus (e seu pai) Hades, servirão como obstáculos em sua busca para escapar do Tártaro. Após seu primeiro encontro com a irmã, Megaera começará a aparecer na Casa de Hades. Assim você poderá conversar com ela, dar Néctar e criar seu laço com a Fúria forte e cheia de atitude.

Assim que você cria um grande relacionamento e intimidade com Megaera e ativa a cena de romance, Zagreus entra em seu quarto e a encontra esperando por ele.

Dependendo de sua escolha é indicado que ambos fizeram sexo e talvez mantenham essa relação apenas sexual, já que os dois parecem concordar em “continuar assim”.

Desejo e paixão sexual são características inerentes ao conceito de amor Eros. Embora frequentemente associado à luxúria de instinto e usado para justificar comportamentos impensados e abomináveis, alguns filósofos gregos também o viam como uma forma de desejo sensual que poderia inspirar os humanos a buscar a verdade. Eros pode ainda ser além de apenas físico, mas entre Zagreus e Megaera fica claro que esta é a opção.

Thanatos

Dos três personagens, Thanatos, o Deus da Morte, é o mais difícil de encontrar e criar laços, e talvez o mais interessante já que é implícito que Zagreus seja o Deus do Sangue e Vida o que faz de ambos, extremos opostos. Dusa e Megaera (após o primeiro encontro) geralmente aparecem na Casa de Hades com frequência. Já Thanatos precisa ser encontrado durante sua fuga antes de aparecer na casa. Mas assim que aparecer, é possível começar a criar um relacionamento com o misterioso e sombrio Deus.

Garrafas de Néctar são a base da relação e intimidade, assim como com qualquer outro relacionamento do jogo. E aqui vai uma dica de como iniciar esse romance: após seis garrafas de Néctar, no próximo encontro dos dois no submundo, Thanatos começará a questionar a força de Zagreus, ao demonstrar sua força vencendo-o no desafio, será possível presenteá-lo com Ambrósia. A partir daí é só continuar a presenteá-lo e conversar com ele para logo algo mais profundo rolar entre os dois.

Após o ato de maior intimidade entre ambos, haverá ainda a opção de manter essa relação ou apenas seguir na amizade, após o Deus da Morte afirmar que, embora as vezes fique distante e quieto, tem boas intenções com o filho de Hades e gostaria de continuar a vê-lo.

Mesmo que, assim como as outras relações, a apresentação desta seja sutil e breve, é possível relacioná-la ao conceito Ágape, ou a forma mais elevada de amor. Enquanto cristãos têm no Ágape uma descrição do amor entre Deus e humanos, e os antigos gregos também o usam como referência do amor entre cônjuges ou família.

Tanto uma quanto a outra definição de Ágape cabem bem na relação entre Zagreus e Thanatos, pois descrevem um amor que transcende, persiste e se torna incondicional, formado em uma base sólida da relação de ambos, demonstrando cuidado e carinho mesmo depois de tantos “desencontros”.

Hades é um jogo incrível, merecedor das aclamações e prêmios que recebeu, e tem ainda como base uma das mitologias mais densas e interessantes da história do mundo. Tem uma progressão incrível, desenvolvimento de personagens e esses detalhes sutis de referências só tornam a jogatina ainda mais divertida, e ter um relacionamento com o Deus da Morte também parece algo bem interessante.

Fontes: CBR.com & ScreenRant

Neto Verneque
"A gente precisa normalizar o conceito do gamer ruim" - eu

Review | RuPaul’s Drag Race Superstar

Anterior

Perfil | Sasha – Animal Crossing: New Horizons

Próximo

Em Alta