O The Game Awards 2021 trouxe uma novidade gigante para os fãs da amazona mais famosa dos quadrinhos, Mulher Maravilha recebeu um teaser para um futuro jogo desenvolvido pela WB Games e Monolith Productions. Desde então, 3 anos se passaram e pouco – pouquíssimo – se falou do tal jogo. E então, a quantas anda o novo jogo da heroína da DC Comics?

Ainda sem data de lançamento e sem nenhuma informação além do teaser apresentado, sabemos apenas que o título será um “jogo de ação e aventura em mundo aberto para um único jogador”. Até o momento, o estúdio compartilhou somente alguns fragmentos da narrativa, revelando que o enredo será uma criação inédita dentro do Universo DC. Diferentemente de seguir as tramas clássicas dos quadrinhos da Mulher Maravilha ou integrar-se diretamente ao Arkham-Verse.

Foi divulgado também que o jogo proporcionará aos jogadores a oportunidade de encarnar Diana de Themyscira, empenhando-se em uma missão para reconciliar sua família amazônica com os habitantes do mundo moderno. O que leva-nos a acreditar que o jogo possa se passar entre os dois mundos, tanto a ilha de Themyscira, quanto o mundo real dos humanos mortais.

O desenvolvimento do jogo está nas mãos da Monolith, que foi responsável por um dos jogos tido como um dos melhores de Senhor dos Anéis: Middle-earth: Shadow of War, e isso gerou curiosidade entre os fãs sobre a possível inclusão do aclamado sistema Nemesis no jogo da heroína amazona.

A boa notícia é que a implementação desse sistema no jogo da Mulher Maravilha foi confirmada, prometendo adicionar uma camada intrigante à experiência de jogo. O diretor narrativo, Tony Elias, revelou através de um tweet que o dinâmico sistema de jogo, centrado em vingança e consequências, poderá novamente personalizar a aventura para cada jogador, adaptando-se às suas escolhas e aos adversários criados. A oferta de emprego para um redator sênior se junta ao projeto destacando a presença de “conteúdo procedimental”, abrangendo “diálogos procedimentais” e “conversas dinâmicas”.

A funcionalidade do sistema Nemesis proporciona a oportunidade de moldar o enredo de maneira singular, com adversários que se adaptam e evoluem em resposta às ações do jogador. Isso significa que até o inimigo mais insignificante pode ascender na hierarquia e tornar-se um rival formidável. Em “Middle-earth: Shadow of War”, por exemplo, os orcs poderiam ascender na hierarquia se conseguissem derrotar o jogador, incentivando duelos mortais entre eles pela supremacia.

Embora os detalhes específicos de como o sistema Nemesis será adaptado para o jogo da Mulher Maravilha permaneçam incertos, sua integração promete enriquecer significativamente a jogabilidade. E você, o que espera do jogo da Mulher Maravilha? O que gostaria de ver no game? Conta para a gente nos comentários