Com atrasos, vazamentos, bugs e reviews bem polarizadas (para baixo), infelizmente não foi surpresa ter a notícia de que Suicide Squad: Kill the Justice League não atingiu às expectativas da editora Warner Bros. Segundo a IGN, durante uma chamada financeira, o diretor financeiro da Warner Bros. Discovery, Gunnar Wiedenfels, disse que o recente lançamento da Rocksteady “ficou aquém das nossas expectativas“.

O executivo não compartilhou nenhum número de vendas de Suicide Squad: Kill the Justice League durante esta ligação, mas admitiu que deixou a empresa com um “ano difícil” pela frente quando se trata de comparações ano a ano. No ano passado, a Warner Bros. publicou Mortal Kombat 1 e Hogwarts Legacy, este último, baseado no universo criado pela famosa escritora transfóbica, chegou a se tornar o jogo mais vendido nos EUA em 2023.

Em janeiro, aqueles que pagaram mais para obter acesso antecipado ao jogo encontraram bugs no lançamento – incluindo um que fazia com que os jogadores completassem a história desde o início – e os servidores foram colocados offline em mais de uma ocasião.

A Rocksteady passou a presentear 2.000 LuthorCoins em moeda do jogo aos proprietários da edição de luxo do jogo em uma tentativa de compensar a péssima estreia. Mais recentemente, um patch para o jogo parecia introduzir mais problemas do que corrigi-los, com vários usuários dizendo que ele havia se tornado essencialmente impossível de jogar.

Fonte: Eurogamer