Baldur’s Gate 3 apresenta oito opções de romance principais, número que sobe para 12 se incluirmos Haarlep, o Imperador, e os gêmeos drow. Entre esses romances, Lae’zel se destaca como uma das escolhas mais marcantes. Lae’zel é uma guerreira githyanki de pele verde com quem os jogadores se encontram logo nos primeiros momentos do jogo.

A princípio, Lae’zel pode parecer impaciente e facilmente irritável, mas com o tempo, ela pode aprender a respeitar e, eventualmente, desenvolver sentimentos amorosos pelo personagem do jogador. Se você se sentiu atraído pela combatente audaciosa e determinada, estamos aqui para ajudar. Siga adiante para descobrir como conquistar o coração de Lae’zel (e evitar o lado afiado de sua espada).

Recrutamento

Lae’zel é a primeira companheira com quem você se depara no início de Baldur’s Gate 3, e trazê-la para seu grupo é simples. Avance pelo Nautiloid até desencadear uma cena onde Lae’zel está pronta para atacar. No momento em que ela percebe que ambos são hospedeiros do mesmo parasita Illithid, Lae’zel propõe uma aliança de viagem. Ao aceitar seu convite, ela se integra oficialmente ao grupo. Shadowheart também pode ser encontrada nesta área, e apesar de Lae’zel manifestar sua desaprovação, recrutar Shadowheart não altera a aprovação de Lae’zel.

Aprovação e Desaprovação

Determinada a se destacar aos olhos de seu deus e dos outros gith, Lae’zel valoriza profundamente a cultura githyanki e tende a favorecer ações que demonstrem respeito pelo seu patrimônio. Ela não aprecia atitudes que sugiram fraqueza ou confiança indevida, mostrando preferência por um parceiro decidido e disposto a impor respeito.

Interessantemente, ao contrário de Shadowheart, Lae’zel muitas vezes reage positivamente quando suas convicções são questionadas ou quando enfrentada de alguma forma pelo jogador. Desafiar sua visão de mundo ou contrariá-la pode, paradoxalmente, aumentar sua estima pelo personagem do jogador mais do que a concordância passiva com seus desejos.

Ato 1: Noite(s) de paixão

Vale ressaltar que, diferentemente de outros companheiros, o caminho romântico com Lae’zel se fecha para jogadores que compartilharam beijos com outros membros do grupo antes da primeira oportunidade romântica com ela. Portanto, se Lae’zel capturou seu interesse, é prudente pausar quaisquer envolvimentos amorosos com outros personagens até que ela revele seu interesse recíproco.

Enquanto a maioria dos companheiros exige um alto nível de aprovação para se envolver romanticamente, Lae’zel segue uma dinâmica diferente. Com sua aprovação apenas no nível Médio (20), ela tomará a iniciativa, sugerindo um encontro íntimo. Contudo, Lae’zel faz questão de esclarecer que, para ela, sexo não implica em amor. Para aqueles que desejam um relacionamento mais profundo, será necessário dedicar mais esforço.

Após essa primeira aproximação, Lae’zel pode observar que o olhar do jogador mudou, insinuando um interesse renovado. Ela pode ser persuadida a uma nova noite de paixão, desta vez de forma implícita e fora de cena, mantendo o entendimento de que se trata de um encontro casual.

Crèche Y’llek

Conforme os jogadores avançam pelo Ato 1, eles se deparam com a Creche Y’llek, o lugar que Lae’zel acredita ser capaz de eliminar os girinos que ela vem buscando remover desde o início da jornada. Ao se aproximar do local, na realidade um Mosteiro Rosymorn adaptado de uma antiga casa de orações, Lae’zel instruirá o jogador a prosseguir sem ela, prometendo encontrar a creche por conta própria caso demorem. Não é obrigatório apressar-se em direção à creche, visto que Lae’zel só deixará o grupo se você tentar acessar as Terras Amaldiçoadas pelas Sombras antes de explorar a creche. No entanto, é crucial lembrar-se disso, pois, uma vez que Lae’zel parta em busca da creche por si só, seu destino será selado e nem mesmo Withers poderá revivê-la.

Chegando ao Mosteiro Rosymorn, você se encontrará com uma mulher afiliada à Sociedade do Brilho. Ela está em busca de um ovo githyanki para validar sua teoria de que os Githyanki, se criados distantes de sua cultura original, podem crescer sendo seres calmos, gentis e não-agressivos.

Lae’zel, compreensivelmente, repudia a ideia. Se estiver em um relacionamento com ela, tomar o ovo githyanki para a Sociedade do Brilho não será a melhor escolha, já que isso pode acarretar uma grande perda de aprovação dependendo da maneira como o ovo é obtido, e ainda mais quando entregue. Recomendamos, alternativamente, enganar a mulher para que ela aceite um ovo de urso-coruja (caso você tenha obtido um na caverna do urso-coruja) ou recusar a proposta completamente.

O Dispositivo Zaith’isk

Tal como acontece com outras tentativas de extrair o girino, o uso do dispositivo gith de desparasitação não elimina definitivamente o problema. Contudo, oferece uma vantagem significativa: a capacidade de utilizar Poderes Illithid como ações bônus, ao invés de ações principais. Isso pode ser decisivo em combates e, apesar da necessidade de superar desafios de habilidade complexos, o esforço tende a compensar.

Lae’zel insistirá em ser a primeira a utilizar a máquina, mas isso pode resultar na redução permanente de algumas de suas estatísticas. Portanto, é mais prudente que você faça uso do zaith’isk. Apesar de Lae’zel poder mostrar desaprovação, essa decisão é tomada pensando em seu melhor interesse.

Vlaakith

Quando você se deparar com a Rainha Lich Vlaakith durante as etapas finais da missão da creche, lembre-se de que Lae’zel valoriza o questionamento de suas convicções – o que inclui suas crenças religiosas. Este encontro contém spoilers significativos da história, então, sem entrar em detalhes, saiba que, em termos de aprovação, optar por não apoiar Lae’zel e sua rainha acaba sendo a escolha mais acertada.

Ato 2: Lâminas Cruzadas

Após finalizar a missão principal na creche, melhorar sua pontuação de aprovação e adentrar as Terras Amaldiçoadas pelas Sombras, você terá uma cena noturna peculiar ao descansar. Lae’zel, visivelmente exasperada e incapaz de parar de pensar em você, confronta-o em um momento que seria encantador, não fosse pelo fato de ela, em seguida, pegar sua arma e desafiá-lo para um duelo.

Frustrada por ter se apaixonado, Lae’zel inicia o combate, desafiando você a provar seu valor. O duelo se encerra quando um dos dois chegar a um nível crítico de HP. Embora Lae’zel possa mostrar descontentamento se você se curar, usar magias, pergaminhos ou consumir poções/elixires durante o embate, isso não influencia sua aprovação, então não há motivo para remorso caso precise recorrer a uma poção de cura em pleno confronto.

Se você sair vitorioso, Lae’zel reconhecerá suas habilidades. Caso contrário, ela prometerá protegê-lo. Curiosamente, o desfecho dessa batalha não altera a aprovação de Lae’zel, mas sela a oficialização do relacionamento entre vocês. No entanto, este está longe de ser o último episódio de despertar com Lae’zel adotando uma postura agressiva.

Confrontos Críticos

Num certo ponto na primeira metade do jogo, uma situação tensa surgirá: você despertará com Lae’zel apontando uma faca para sua garganta, convencida de que não há mais saída da infestação de parasitas Illithid. Ela está determinada a matar você primeiro, para depois atacar os demais companheiros e finalmente tirar a própria vida. Passar num teste de habilidade crucial para dissuadi-la de forma pacífica é imprescindível, tanto para a continuidade do romance quanto para a progressão no jogo.

Em outro momento, você se deparará com Lae’zel e Shadowheart em meio a um conflito, cada uma exigindo que você faça uma escolha entre elas. Se não conseguir superar o teste de habilidade para apaziguar ambas, uma delas abandonará o grupo definitivamente, seja deixando o acampamento ou sendo eliminada pelo outro lado. Manter tanto Lae’zel quanto Shadowheart no grupo é o desfecho ideal, já que a perda de qualquer uma implica na perda das respectivas missões e dos pontos de experiência obtidos ao completá-las.

Ato 3: A batalha

Para assegurar um desfecho feliz tanto para você quanto para Lae’zel, será necessário eliminar o Elder Brain, aliar-se a Orpheus e, quando chegar o momento, convencer Lae’zel a permanecer ao seu lado. Por outro lado, se tanto você quanto Orpheus se transformarem em Mind Flayers, Lae’zel decidirá terminar o relacionamento amoroso ou assumirá o comando dos gith no lugar de Orpheus.

Baldur’s Gate 3_20231129221306

Romances com outros personagens e NPCs

Cena com os Gêmeos Drow

Lae’zel expressará seu desconforto em dividir ou ser dividida e mostrará desaprovação se o jogador participar do ato sem o seu consentimento.

Romance com o Imperador

De forma interessante, envolver-se romanticamente com o Imperador resultará em ser descoberto pelos companheiros de equipe. Embora todos demonstrem repulsa, ser flagrado nesta situação não altera a aprovação dos companheiros, Lae’zel inclusa.

Episódio com Haarlep

Lae’zel não aprovará o envolvimento do jogador com o íncubo de Raphael, porém, isso não levará ao término do relacionamento. Prossiga como desejar.

Relacionamento com Halsin

Caso Halsin demonstre interesse pelo jogador, Lae’zel resistirá à ideia. Como mencionado, ela prefere não dividir suas afinidades.

Aventura com Mizora

Optar por um envolvimento com Mizora resultará em término imediato do relacionamento, pois Lae’zel encerrará as coisas assim que perceber a traição infernal do jogador.

Para mais guias Baldur’s Gate 3, veja: Romance com Astarion | Romance com Gale | Romance com Wyll

Fonte: Gamespot