Em 2020, um dos primeiros jogos que analisei para o Project N foi Hidden Through Time, um cativante jogo de objetos escondidos no melhor estilo Onde Está o Wally? E agora chegou a hora de me aventurar na sequência Hidden Through Time 2: Myths & Magic, da desenvolvedora Rogueside, que já está disponível para PC e deve chegar aos consoles em breve. Será que o novo título consegue capturar o carisma do primeiro e evoluir? Resposta simples: sim. Hidden Through Time 2 é uma sequência incrível do primeiro jogo.

Onde estão os mitos e magia?

O objetivo do jogo é simples, dentre quatro eras distintas da mitologia e história, você deve avançar em histórias que agora contam com um narrador procurando objetos perdidos pelos estágios. São oito estágios em cada uma das quatro eras: Idade Média, Mitologia Grega, 1001 Noites e Os Mágicos Anos 80, que podem ser jogados em qualquer ordem.

Além da gameplay simples que continua do primeiro jogo, aqui é possível mudar a realidade em cada estágio, e há objetos escondidos em realidades específicas, é possível, por exemplo, trazer chuva ou neve para alguma fase, ou ver como tudo fica a noite ou numa tarde ensolarada. No Nintendo Switch infelizmente essa evolução vem com alguns percalços, já que o carregamento das fases é longo e por vezes quedas de frames são perceptíveis, mas nada que tire o brilho do jogo.

Ainda é possível usar o touch do Nintendo Switch da sua melhor maneira para navegar pelos estágios e procurar os itens, o que é uma vantagem tremenda na utilização do console híbrido, mesmo que tenhamos esses obstáculos em performance. O carisma e delicadeza do primeiro título continuam e evoluem aqui, com personagens ainda mais fofos e interativos, e referências a cultura pop como Indiana Jones e Marty McFly, além de figurinhas carimbadas das eras mágicas e histórias mitológicas representadas, como Minotauro, Sherazade, bruxas e outros.

2024011221000100-D83B3ECEB98F5FB4186B28FAA7D75CB0
2024011220030300-D83B3ECEB98F5FB4186B28FAA7D75CB0
2024011516134500-D83B3ECEB98F5FB4186B28FAA7D75CB0
2024011516092100-D83B3ECEB98F5FB4186B28FAA7D75CB0
2024011516160300-D83B3ECEB98F5FB4186B28FAA7D75CB0
2024011516345100-D83B3ECEB98F5FB4186B28FAA7D75CB0
2024011610384900-D83B3ECEB98F5FB4186B28FAA7D75CB0
2024011610561600-D83B3ECEB98F5FB4186B28FAA7D75CB0
2024011615422200-D83B3ECEB98F5FB4186B28FAA7D75CB0
2024011615464700-D83B3ECEB98F5FB4186B28FAA7D75CB0
previous arrow
next arrow

Escondido pelo Tempo

Hidden Through Time 2: Myths & Magic evolui a gameplay do primeiro jogo e também evolui o criador de fases. No primeiro título, uma das coisas mais legais que o game trouxe foi a possibilidade de criar suas próprias fases, esconder objetos e compartilhar na internet para outros jogadores se aventurarem. Com o novo criador isso ainda é mais divertido, mais opções, a funcionalidade de mudança de clima e muitas opções que aprecem até ser demais, mas logo que você pega o jeito vai bem tranquilo. Além da opção de poder jogar fases geradas por outros jogadores, o que é incrível.

Mitologia e magia foram a evolução necessária para a franquia dar um passo adiante. Embora não tenha mais muito para onde ir, Hidden Through Time 2: Myths & Magic soube evoluir onde devia, melhorou seu antecessor (inclusive na trilha sonora) e trouxe um jogo 2.0 magnífico, fofo e cativante, tanto quanto e aquele passinho melhor que seu antecessor. Mesmo com os problemas que o Switch trouxe para a jogatina.

Hidden Through Time 2: Myths & Magic
Veredito
Um jogo incrível que evolui a franquia e traz novidades boas para a gameplay já cativante e aconchegante do antecessor. Apesar dos problemas técnicos, é um jogo indipensável para quem curte o gênero.
História/Conceito
90
Gameplay
90
Diversão
100
Design
90
Som/Trilha
90
Prós
Melhoria na gameplay do antecessor
Construtor de fases
Jogo cativante com fases cheias de personalidade
Ótimo puzzle
Legendas em português do Brasil
Contras
Quedas de frames e demora em carregar no Switch
92

[Nota do Editor: Hidden Through Time 2: Myths & Magic foi analisado a partir da sua versão para Nintendo Switch. A cópia do jogo foi gentilmente cedida pela Press Engine em nome da Rogueside Games para avaliação.]